background

Vida de empreendedor: como conciliar a vida pessoal e profissional

Vida de empreendedor: como conciliar a vida pessoal e profissional

Quem é empreendedor sabe: conciliar a vida pessoal e profissional não é uma tarefa fácil. Mesmo que você tenha um negócio que o deixe feliz e satisfeito com sua escolha, o equilíbrio é fundamental para o bom andamento de cada um desses dois lados.

O caminho é tentar encontrar soluções que reduzam o desgaste e o estresse, de forma a buscar produtividade e desempenho, sem perder o laço afetivo que o liga à sua família. Quando o lado pessoal caminha bem, o profissional acompanha esse alto-astral.

Para chegar a esse ponto, o empreendedor precisa de liberdade de tempo. Com isso em mãos, terá condições de cuidar da família e de seu negócio sem grandes preocupações.

Vejas as 7 dicas que vão te ajudar a conciliar a vida pessoal e profissional!

1. Defina seu tempo dedicado ao trabalho

Essa é uma atitude fundamental para você começar a pensar em conciliar a vida pessoal e profissional. Sem uma agenda bem definida, com horários determinados para suas atividades, nada vai funcionar.

É importante estabelecer qual é o seu horário de trabalho. Como o empreendedor é o dono do próprio negócio, são raras as vezes em que ele não leva para casa coisas que deveriam ser feitas no escritório.

Você passa o dia inteiro na empresa e, quando volta para casa, continua a trabalhar, sem dar atenção à sua família e sem descansar. Em algum momento isso vai gerar consequências graves. É hora de mudar seu comportamento.

Não assuma compromissos profissionais fora do expediente definido. Sua agenda profissional deve respeitar esse intervalo. Em casa, deixe o trabalho de lado. Vai fazer bem para você e sua família.

Mas lembre-se: criar a agenda profissional é importante, mas de nada adianta se você não tiver disciplina para cumpri-la.

2. Separe as finanças do negócio das contas pessoais

A mistura das contas costuma acarretar muitos problemas para o empreendedor. Cada conta bancária deve ter sua finalidade. A jurídica é exclusiva da empresa, enquanto a física serve a você e sua família.

Não pague contas, saque dinheiro ou faça investimentos pessoais na conta empresarial e vice-versa. Além de criar confusão com limites de gastos e atrapalhar os dois orçamentos, você pode enfrentar dificuldades fiscais ao misturar as duas contas.

Como empreendedor, seja rigoroso com você mesmo. Evite impulsos, pois eles abrem precedentes perigosos. A gestão financeira do seu negócio é um ponto sensível e que precisa de regras claras.

3. Delegue funções e seja um líder

Essas duas atitudes devem ser inerentes ao empreendedor. Do contrário, sua vida vai se restringir ao profissional, sem espaço para viver em família e com seus amigos.

Delegar funções economiza tempo, faz a equipe crescer e acreditar no negócio. Além disso, você expõe sua faceta de líder. A gestão de pessoas é uma habilidade que o empreendedor deve desenvolver para saber lidar com a equipe.

Mas não delegue apenas aquelas tarefas mais complicadas, que ninguém gostaria de fazer — nem você. Nesse caso, você estaria sendo chefe, e não um líder.

Conheça bem sua equipe antes de delegar alguma tarefa. Escolher bem a pessoa mais adequada para cada função é saber administrar seu tempo, pois nada pior do que o retrabalho – vai consumir recursos e tempo, inclusive o seu.

Por isso, seja claro nas instruções e com o sistema de cobrança. Ao final, avalie os trabalhos, aprenda e analise os erros com sua equipe.

4. Eleja as prioridades

Pode parecer uma tarefa simples, mas se você não aplicar esse conceito no seu cotidiano, certamente enfrentará problemas. Afinal, hoje tudo parece urgente, importante demais. Como estamos conectados 24 horas por dia, a sensação é que temos que fazer tudo naquela hora, mesmo que estejamos concentrados em outra atividade.

Tanto no trabalho como em casa é possível criar prioridades e encontrar o momento certo para cada coisa ser feita. Quando você elege a ordem, consegue reduzir o nível de ansiedade, pois não vai atropelar tarefas e nem adiar compromissos.

5. Tenha um tempo para você

Pode parecer estranho separar um período de tempo para você com tanta coisa a ser feita no trabalho, sem falar da atenção que você precisar dar à sua família. Mas ter um momento só seu é fundamental para o bem-estar físico e mental. E todos devem estar cientes e respeitar esse período.

Desconecte-se completamente. Assim, você não ficará à mercê de mensagens e ligações. Além disso, reserve uma hora por dia, pela manhã, tarde ou noite. Faça o que quiser, contanto que seja só você. Leia, caminhe, medite; esse encontro com você é um período que ajuda a recarregar as baterias para deixá-lo mais leve.

6. Use a tecnologia para conciliar a vida pessoal e profissional

Hoje, ninguém mais dissocia a tecnologia do trabalho, seja ele qual for. Portanto, por que não usá-la como uma ferramenta que pode ajudá-lo a conciliar a vida pessoal e profissional?

Existem soluções para executar tarefas diversas, de forma mais rápida e eficiente, tanto para a gestão da sua empresa como para a vida familiar. Use-as bem. O smartphone vai muito além de ser um aparelho recreativo.

Aproveite os aplicativos dos bancos para manter o controle financeiro pessoal e profissional. Ainda no quesito finanças, utilize os apps de organização de contas. Isso ajuda a manter o orçamento nos seus limites.

Há também apps de produtividade, como agendas, calendários, to-do lists (coisas a fazer), anotações e lembretes. Alguns aplicativos ajudam a controlar seu dia e o tempo dedicado a cada tarefa.

Pesquise, faça testes e aproveite aqueles as quais você mais você se adaptou. Utilize ao máximo a tecnologia para obter equilíbrio entre sua vida profissional e pessoal.

7. Saiba dizer não

Aqui, vale tanto para o pessoal como o profissional. A vida do empreendedor é cheia de compromissos e obrigações. E você está exatamente procurando saber como encontrar mais tempo para equilibrar seu trabalho com a vida pessoal.

Dizer sim a todos os convites não ajuda em nada. Pelo contrário, vai lotar sua agenda de compromissos, muitos deles desnecessários. Sua vida pessoal precisa ser mais seletiva.

No campo profissional, reserve bem seu tempo para encontros produtivos, de prospecção de clientes e negociação com fornecedores. As reuniões devem acontecer naquele período de trabalho estipulado por você. Fora dele, recuse. Ou você vai abrir exceções e voltar ao ponto zero?

O sucesso da empresa e o bem-estar na família passam por desenvolver sua capacidade de conciliar a vida pessoal e profissional. O que achou das nossas dicas? Compartilhe sua opinião com a gente e deixe seu comentário!

Nenhum comentário

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *